É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. [...] Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem
defender-se.
Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade.
Eclesiastes 4.9-12;


SEJA UM AMIGO SEGUIDOR

Versículo Diário

DEIXE UMA MENSAGEM PARA OS AMIGOS

Link-Me


Senhor nos ensine a Louvar




Na Bíblia, mais especificamente no Antigo Testamento, o louvor é basicamente definido por três palavras aqui descritas no hebraico:

BARAK. YADAH e BALAL. Vamos tratar de cada uma delas separadamente.

Barak quer significa “bendizer”. Nós, levitas do Senhor, temos que bendizer o Seu nome, não adianta nada estarmos diante da igreja, cantando bonitinho sem bendizer em momento nenhum o nome do Senhor. Neste caso estamos apenas cantando uma letra que achamos bonitinha e interessante. Quando na verdade não estamos cumprindo um dos principais motivos da adoração e louvor ao Senhor que é bendizer e glorificar o Seu nome para os povos.

Yadah quer dizer “dar graças”. Não há nada mais legal do que agradecer ao Senhor por tudo o que Ele fez e tem feito por nós desde sempre. O louvor é uma maneira que temos para agradecer ao Nosso Senhor e convidar a todos para seguirem os Seus passos e serem abençoados por Ele para que também tenham motivos para agradecer. Nós já damos graças ao Senhor todas as manhãs quando abrimos os nossos olhos e vemos que ainda mantemos o sopro de vida que Ele mesmo nos concedeu. E o pior é que tem muita gente que não reconhece todo este trabalho que o Senhor teve.

E finalmente, Balal é a palavra em hebraico que significa a expressão “aleluia”. Aleluia em algumas traduções da Bíblia foi traduzida para “louvai ao Senhor”. Quando conquistamos alguma coisa em nossas vidas comemoramos bastante, damos brados de alegria e júbilo. Dar “aleluias” ao Senhor é uma maneira de comemorarmos por tudo o que conquistamos com a ajuda de Deus, independente do que tenha sido, desde uma simples cura de um resfriado até a transformação da vida de uma família inteira. Em todo o tempo devemos cantar “aleluias” ao Senhor.

Até aqui vimos o que é o louvor. E você deve já estar imaginando a quem devemos louvar.

Todo o louvor deve ser dado ao Senhor, nosso Deus. Na segunda carta do apóstolo Paulo aos coríntios no capítulo 10, o autor fala sobre esta questão e eu gostaria de me ater a três versículos:


“Não ousamos classificar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos, e se comparam consigo mesmos, estão sem entendimento...Aquele, porém, que se gloria, glorie-se no Senhor. Pois não é aprovado quem a si mesmo se louva, mas sim aquele a quem o Senhor louva” (2 Coríntios, 10:12,17-18).


Nós homens não devemos achar que somos os “tais”, que estamos por cima das situações, dominando com facilidade tudo aquilo que nos propomos a fazer. Muito pelo contrário. Temos sim é que reconhecer que somos pessoas fracas, pecadoras que precisam do Senhor, que precisam do Seu Espírito santo para obterem a vitória.

Não há nada mais chato do que ver uma pessoa que fica espalhando para todos os cantos: EU consegui, EU fiz isto, aquilo e aquilo outro, EU venci aquele adversário. Coitado, mal sabe ele que foi o Senhor que concedeu a ele todas estas vitórias.

Não devemos louvar aos homens, pois todos somos falhos, se um cair, caímos todos juntos como uma fileira de peças de dominó. Temos sim é que adorar e louvar ao Senhor, única e exclusivamente, pois Ele não nos deixará, Ele não deixa a soberba e o orgulho pesar em seu coração. Enfim, somente o Senhor é digno de louvor nas nossas vidas.


O salmista Davi escreveu no capítulo 33 de Salmos o seguinte:

Louvai ao Senhor com a harpa; cantai a ele com o saltério de dez cordas. Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e com júbilo. (Salmos 33:2-3).

Os instrumentos são importantíssimos para o louvor do Senhor, e por isso devemos tocá-los bem, não adianta nada termos uma baita de uma orquestra se não sabemos administrar bem o que é executado por ela. Um baterista que só faz barulho, um guitarrista que não sabe afinar bem o seu instrumento, um tecladista que não consegue efetuar bem as conversões, percussionistas que não seguem compassos, enfim, o louvor do Senhor deve ser bem executado, de maneira que possa atingir os corações daqueles que estão ouvindo.


As palmas também são importantes para o louvor.

“Aplaudi com as mãos, todos os povos; cantai a Deus com voz de triunfo” (Salmos 47:1).


Aqueles que estão na congregação também podem, e devem, louvar ao Senhor com as suas palmas e voz de triunfo, afinal de contas, somos mais que vencedores em Cristo Jesus. Existem lugares aonde as palmas não são bem vistas, até entendo e aceito, mas como músico que em outros tempos trabalhou nas noites posso dizer com toda a certeza que quando há a resposta vinda do público quando estamos cantando o louvor fica muito mais gostoso de ser tocado.


Outro tabu que existe em alguns lugares é quanto à dança e o Senhor nos exorta para que louvemos com danças também. Lá no Salmo 150:4 está escrito:

“Louvai-o com adufes e danças(...)”


A dança complementa, em alguns casos, o sentido das melodias que estão sendo entoadas. E desde muito pequenos a dança está inserida em nós. Eu vejo, por exemplo, a minha filha quando começa a tocar uma música ela sempre quer dançar. Toda criança na idade dela tem essa coisa com a dança, por isso vemos que a dança é importante para o louvor do Senhor, apesar de muitos ainda a recriminarem por aí.


O nosso principal local de adoração deve ser o santuário do Senhor como diz lá no Salmo 150, mas não é por isso que devemos deixar de adorar ao Senhor em todo o lugar aonde colocarmos as plantas dos nossos pés. Pois todos nós somos adoradores do Deus altíssimo. Devemos adorá-lo em ações de graças, render a Ele sacrifícios de louvor como está escrito lá em Hebreus 13:15,

“Portanto ofereçamos sempre por meio dele a Deus sacrifícios de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome”.


E por último e não menos importante. Devemos louvar ao Senhor de maneira voluntária e de todo o nosso coração. Pois é desse louvor que o Senhor se agrada. Ele está em busca dos verdadeiros adoradores que O adorem em espírito e em verdade. Que nós possamos declarar ao Senhor aquilo que está escrito em Salmos 9: 1-2,

"Eu te louvarei, ó Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e saltarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo".


Louvemos sempre ao Senhor. Pois ele é o único digno de toda honra, glória e louvor. E sempre com alegria, pois Ele merece.



quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

0 Comments:

Postagens populares

 
AMIGOS UNIDOS EM JESUS - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger